Módulo 1  - 4 de MarçoAvaliação e Intervenção Precoce

As Perturbações do Espetro do Autismo são perturbações do neurodesenvolvimento caracterizadas, em diferentes níveis de gravidade, por dificuldades de interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamentos repetitivos e atípicos. A manifestação destas características, bem como o nível de desenvolvimento cognitivo e da linguagem, pode apresentar uma grande variabilidade, podendo levar a quadros clínicos com discrepâncias significativas. Os primeiros sinais de alerta são frequentemente identificados pelos pais e educadores antes dos 2 anos de idade, sendo cada vez mais urgente reconhecer esses sinais de forma precoce e desenhar respostas específicas a cada perfil. Cada indivíduo com uma PEA é único e as suas manifestações e necessidades precoces podem ser diferentes.

O primeiro módulo desta formação dedicar-se-á ao tema da avaliação e intervenção nas PEA em idades precoces. Serão abordados os primeiros sinais, com enfoque nos testes de rastreio, bem como em testes formais de diagnóstico e questionários para pais e educadores. Será também focada a avaliação global do desenvolvimento, focada nas áreas frequentemente comprometidas nas crianças com PEA.

Após o diagnóstico, torna-se essencial desenhar um plano de intervenção terapêutica. Nos últimos anos, a intervenção precoce nas Perturbações do Espectro do Autismo tem vindo a desenvolver-se, aumentando significativamente a variedade em relação às metodologias. Independentemente das diferenças, é indiscutível que quanto mais precocemente se iniciar a intervenção, melhor poderá ser o prognóstico. A intervenção deverá ser específica para cada caso, numa abordagem eclética das diferentes metodologias, assegurando o envolvimento, essencial, da família. Serão apresentados vídeos de casos de avaliação e intervenção.

FORMADORES

Raquel Corval

Licenciada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto e especialista em Psicologia da Educação e Intervenção Precoce (Ordem Psicólogos Portugueses). Encontra-se neste momento a finalizar o Doutoramento na Universidade do Minho. Foi membro da equipa do já extinto Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Infantil e à Família (GADIF), onde desempenhou funções de avaliação e intervenção com crianças até aos 6 anos e suas famílias. Foi docente responsável por diferentes módulos da Licenciatura em Educação de Infância e Pós-Graduação e Mestrado em Intervenção Precoce do Instituto Superior de Educação e Ciências de Lisboa (ISEC), onde orientou também teses do Mestrado de Intervenção Precoce (ISEC). Conta ainda com a participação em vários projetos nacionais e internacionais relacionados com a Intervenção Precoce na Infância.